O sucesso não tem segredo



24Outro dia encontrei uma amiga das antigas. Nos abraçamos e perguntamos sobre as histórias uma da outra. A pergunta clássica foi feita: “tá fazendo o quê da vida?”

Aí fomos refazer lacunas, contar sobre o dia a dia, o que mudou desde que nos separamos.

Vivemos tanta coisa… Ela tem filhos, novo romance e um trabalho legal. Achei a vida dela tudo de bom!

Contei das minhas aventuras e desventuras e chegamos na vida profissional. Aí contei o que estou fazendo e ouvi: “Uau! Você está fazendo sucesso!”.

Continuamos nossa conversa, terminamos o café e fui embora pensando o que é esse tal de sucesso… E mais: fiquei me perguntando se tinha resposta para uma pergunta que Viviane me fez: “qual o segredo do seu sucesso?” Confesso que fiquei sem resposta e emendei outra pergunta na conversa para fugir da resposta…

Como sou uma flor encucada, fui ler sobre sucesso e seus significados.  Segundo o dicionário sucesso é êxito, triunfo, vitória, feito, conquista, sensação, glória.

Fiquei rindo sozinha… Primeiro, não tenho a sensação de ter obtido êxito porquê nunca procurei triunfar em nada.

A falta desse espírito belicoso nunca me deu a sensação de vitória porquê não sou uma criatura que compete com os outros. Na verdade acho que gosto muito mais de cooperação que de competição.

O interessante dessa história toda é que, seja lá o que for que eu tenha feito, e fiz, para chegar onde estou, isso nunca teve como finalidade a conquista de uma posição. Simplesmente fui vivendo, muitas vezes me guiando por sensações muito subjetivas de prazer, advindo das relações no trabalho, do fazer em si, das amizades construídas.

Se isso me levou ao sucesso, oh glória! Que bom que aconteceu porquê premeditadamente eu não planejei chegar aqui e nem me sinto em nenhum lugar especial.

E se eu encontrar Viviane de novo, vou responder: “Vivi, o sucesso não tem segredo!” Viva, Vivi, e vitória vem!

Beijos de uma flor aberta para a vida.

Expectativa de sucesso


23Não é difícil escrever sobre sucesso, mas é muito subjetivo mensurar. Podemos até afirmar que temos sucesso, todavia quando dizemos que o outro é bem sucedido estamos analisando a situação estritamente a partir da nossa percepção. Desta forma pode acontecer uma situação interessante: passamos a buscar nosso sucesso a partir do entendimento do triunfo das outras pessoas. Deixamos de ser parâmetros para nós mesmos e tomamos como referência a vida de um amigo, familiar ou mesmo daqueles que tem suas imagens exploradas pela mídia.

Outra situação que podemos comentar sobre o assunto é quanto aos critérios de mensuração. O indivíduo pode ter sucesso em algumas áreas e outras não, ou seja, no trabalho, família, afetivamente, financeiramente, etc. Então, percebemos que dificilmente teremos uma vida de pleno sucesso, normalmente haverá níveis diferentes e oscilações para cada uma desses aspectos.

Uma vez, uma amiga afirmou, ao mesmo tempo que tentou me induzir a confirmar, que todos nós conhecemos pelo menos um amigo fracassado. Fui pego de surpresa e rapidamente tentei lembrar de alguém que considero fracassado. Não encontrei ninguém. Quando achava que era fracassado em um aspecto, logo lembrava que tinha sucesso em outro. Também refleti que seria inapropriado julgar alguém dessa forma, não tenho parâmetros para isso, pois é uma condição muito pessoal.

Agora falando sobre mim, estou muito satisfeito com meu nível de sucesso. Como diz minha amiga Hortênsia meu nível de exigência é elevado e por isso acabo me cobrando muito. Mas contrário ao que ela pensa, afirmo que tenho sucesso em minha vida. Nesse momento, chego a conclusão que a nossa percepção a respeito desse assunto é proporcional as expectativas que criamos diante das situações vivenciadas.