Sem surpresas


9Definitivamente não sei falar sobre surpresas. Misteriosamente não sei porque nunca dei muita importância a isso. Mas preciso investigar esse caso, que deve ser raro, somente observado a partir do momento que me propus escrever a respeito desse tema. Na verdade, percebi que não me surpreendo com situações pontuais, todavia a surpresa acontece em momentos que envolvem coincidências e o que considero sorte – essas duas circunstâncias são frequentes para mim.

Analisando o que mencionei antes, compreendi que mentalmente estou sempre preparado para as reações, a partir das ações, tendo as respostas mais conveniente para as perguntas menos esperadas, por isso dificilmente sou surpreendido. Também é interessante enfatizar que já tive oportunidade de utilizar esse desencadeamento lógico em situações de tensão extrema, em que a maioria das pessoas não agiriam da mesma forma, penso.

Por fim, acredito que esse tipo de postura que inconscientemente adoto, se constitui em um comportamento meramente defensivo, porém, contraditoriamente, gostaria e espero sempre ser surpreendido positivamente por pessoas e pela vida – lembro que durante uma sessão foi mencionado que meu superego era muito forte, talvez seja essa a explicação para as pessoas que se comportam de maneira tão defensiva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s